19 de abr de 2013

Cultive paciência


Eu já escrevi aqui no Quitanda sem glúten algumas dicas e sugestões para quem convive com pessoas com restrição alimentar, a série Entender para fazer.
Também já escrevi sobre empatia, qualidade muito importante para quem vive em sociedade.
Mas além da empatia, e muito bom cultivar paciência, principalmente se você tem restrição alimentar.
Muitos celíacos reclamam que encontram resistência e incredulidade na própria família. E a situação tende a ser pior quando o indivíduo é diagnosticado já adulto.
Ninguém acredita que aquela pessoa que comia e bebia de tudo, de repente não pode mais um monte de coisas, que tem que tomar cuidado com uma tal de contaminação cruzada, etc.
Enfim,  se para o celíaco é uma grande mudança, para a família e as pessoas mais próximas também. Não se esqueça disso!
E pior, eles não sabem o que é doença celíaca, nem o que é glúten. É muita informação.
Cabe a você explicar, informar e educar as pessoas com quem convive. E para fazer isso é preciso  conhecer bem a doença celíaca e ter muita paciência, empatia e determinação.
Empatia para perceber que até ontem você também não sabia nada disso, que existem inúmeras outras restrições que você também não conhece...
Paciência para explicar sobre a sua restrição alimentar, sobre como o seu cardápio mudou, por que é importante fazer isso ou aquilo, etc.
E por fim, determinação, pois mesmo que algumas pessoas não respeitem ou não acreditem na sua restrição alimentar, você precisa ser o exemplo, precisa mostrar o quanto se manter na dieta é importante para a sua saúde, e quanto isso é realmente importante PARA VOCÊ.
No início é difícil mesmo, mas com o tempo, as pessoas vão perceber que a mudança é real, que não é uma moda, nem uma invenção, e a maioria delas irão respeitar o seu estilo de vida.
Mas bom mesmo é quando você for surpreendido! Ver que um amigo passou a procurar nos rótulos a mensagem de contém ou não contém glúten é uma felicidade.

Para saber mais

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário

Olá! Seus comentários serão muito bem-vindos.